Apresentação

O Laboratório Multiusuário de Caracterização Magnética de Materiais (LMCMM)   foi criado em setembro de 2010 com a aquisição de um magnetômetro de amostra vibrante (VSM) obtido com recursos CAPES – Pró equipamentos de 2009,  projeto coordenado pelo professor André Avelino Pasa do Departamento de Fisica da UFSC.

 

A aquisição deste equipamento supre uma demanda bastante expressiva, existente na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), mais especificamente nos Departamentos de Física, Engenharia Mecânica e Engenharia Elétrica,  o que atende 4 cursos de pós graduação, a saber, Pós-Graduação em Física, PG em  Engenharia Mecânica, PG em Ciência e Engenharia de Materiais e PG em Engenharia Elétrica. As áreas de pesquisa beneficiadas com o magnetômetro de amostra vibrante são:

 VSM – MicroSense

a) Filmes finos – no Departamento de Física existem grupos dedicados ao estudo de propriedades fundamentais de filmes finos magnéticos (orgânicos e inorgânicos) para aplicações em dispositivos eletrônicos como sensores, LEDs, transistores, etc.

b) Materiais magnetocalóricos – nos Departamentos de Engenharia Mecânica e Física existem grupos trabalhando na síntese e caracterização de materiais magnetocalóricos para a compreensão de fenômenos básicos e aplicações em refrigeração.

c) Materiais Magnéticos Duros – no Departamento de Engenharia Mecânica grupos estão desenvolvendo pesquisa em materiais magnéticos para aplicações industriais.

d) Matérias magnéticos diversos – nos Departamentos de Engenharia Elétrica, Mecânica, e Física existem grupos trabalhando com os mais diversos materiais magnéticos, tais como: materiais magnéticos em processos de usinagem, em circuitos elétricos com núcleos de transformadores, em dispositivos como transistores de efeitos de campo (FET), em óxidos, partículas, etc.

 

Em 24 de julho de 2013 foi entregue ao laboratório um sistema de medidas físicas (PPMS)  obtido com recursos de edital CT-Infra-Finep  01/2009  no valor de U$ 420.000,00. Esse equipamento iniciou a operar em fevereiro de 2016 com a finalização das condições de instalação. Nesse contexto o PPMS preenche a demanda para caracterização de propriedades de transporte elétrico (ETO), magnéticas (VSM) e de susceptibilidade (ACMS) na faixa de 2-400K e atingindo até 9T para campos magnéticos DC.

 A aquisição deste equipamento supre uma demanda diferenciada existente na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), mais especificamente aos Departamentos de Física, Engenharia Mecânica e Engenharia Elétrica, com 4 cursos de pós graduação em nível de Mestrado e Doutorado, que desenvolvem pesquisas experimentais que estão na fronteira do conhecimento científico.

ppms_imagem

PPMS – Daynacool

As áreas de pesquisa beneficiadas com o magnetômetro de amostra vibrante são:

 a) Filmes finos (magnéticos, multicamadas, semicondutores, supercondutores, metálicos, etc.) – Trabalhos dedicados ao estudo de propriedades fundamentais (elétricas e/ou magnéticas) de filmes finos (orgânicos e/ou inorgânicos) para aplicações em dispositivos eletrônicos como sensores, LEDs, transistores, fotocatodos/fotoanodos, comutadores de corrente, etc.

b) Materiais magnetocalóricos – Trabalhos de síntese e caracterização de materiais magnetocalóricos para a compreensão de fenômenos básicos e aplicações em refrigeração.

c) Materiais Magnéticos Duros – Pesquisa em materiais magnéticos para aplicações tecnológicas e industriais.

d) Materiais magnéticos nanoparticulados – Pesquisas desenvolvidas síntese de novos compostos magnéticos nanoparticulados na forma de pós para catálises e aplicações tecnológicas diversas.

e) Matérias magnéticos diversos – Trabalhos de pesquisa desenvolvida usando os mais diversos materiais magnéticos, tais como: materiais magnéticos em processos de usinagem, em circuitos elétricos com núcleos de transformadores, em dispositivos como transistores de efeitos de campo (FET), em óxidos, partículas, etc.

 

Atualmente o LMCMM está sob supervisão do Prof. Dr. André A. Pasa e conta com a colaboração de um responsável para cada equipamento, sendo ao VSM a Dra. Cristiani Campos Pla Cid  e para o PPMS o Dr. Fabrício Luiz Faita. Desfa forma o atendimento a comunidade cientifica da UFSC e demais centros de pesquisa pode ser oferecido tanto na forma de colaboração entre grupos de pesquisa do departamento de Física da UFSC quanto na forma de prestação de serviço. Para acessar as agendas e efetuar uma solicitação de agendamento basta seguir as instruções disponibilizadas aqui.

Desta forma o LMCMM está aberto a receber solicitações para utilização de seus equipamentos, julgar os méritos e atender as necessidades da comunidade científica e eventualmente empresas da região da melhor forma e que se enquadre cada caso.